África precisa de um discurso diferente” Prof. Carlos Lopes, Jornal Verdade